Se eu fosse

 

 

...um peixinho lá do fundo do mar,
nadaria sobre as águas, 
sem parar de cantar.
Silencioso e calmo, 
seria aquele o meu lar.
 
Levaria mensagens, 
sobre as ondas do mar,
para alguns homens 
que ainda não sabem amar.
 
Sou pequeno e zoiudo,
mas me gosto como sou.
Com faixas e bandeiras, 
no soar das estrelas, 
um protesto eu farei:
---Fora poluição desta minha nação!
 
Todos unidos, 
em protesto ao que diz racional; 
jogaremos para as praias, 
o que não é convencional.
 
Nadarei até cansar, 
conhecerei os continentes
e as conchas abraçar.
Como seria bom ser um peixe do mar!
 
Respeito nós queremos.
Os irmãos maiores,
não deixarão homens entrar,
sem que tenham percebido,
que somos filhos do mar.
 
Nos leve para comida,
mais não deixe o óleo entrar.
Somos pequenos, até grandes,
mas dependemos de você, 
para não sumirmos  
entre o céu e o mar.
 
 
Letícia Luccheze.