Rejeição

 

Estou um pouco leve;
pois a dor de rejeição
varou dos sentimentos.
Mesmo assim o coração pesa,
sobre os ombros do meu ser.
Sem amor não vale a pena viver!
O amor que pensei que tinha,
nunca para mim foi ofertado. 

Nos braços consoláveis da lua ensolarada,
sorrio para não chorar.
Havia lhe ofertado a vida,
o coração,
a alma
e a paixão. 

O corpo pesado carrega a alma partida.
À noite traz em sorte,
o que a vida pôs ausente.

 

Letícia Luccheze.